KG-STV Digital no satélite FltSatCom 8 (Bolinha)

Olá seguidores, conforme mencionei em posts anteriores, constantemente tenho monitorado os transponders lineares do satélite militar FltSatCom 8 (conhecido popularmente como Bolinha).

Na data de 21/06/2015, ao cair da tarde, estava a monitorar a frequência de 252.150 MHz, popularmente conhecida pelo misterioso sinal de SSTV analógico modo BW36, sinal este presente quase todos os dias.

Por volta das 18:00 hs (Horário Local), a portadora analógica contendo o SSTV cessou, e após alguns minutos, pude constatar a presença de um sinal digital.

Brevemente identifiquei se tratar do software KG-STV, do qual utiliza modulação no padrão MSK (Minimum Shift Keying), baseado na variação de frequência para geração dos bits.

MSK - WaterfallIdentificação do sinal digital no waterfall do SDR#

O software KG-STV, no modo MSK, transmite em velocidade de 1200 bauds, utilizando a base do “bit 0” a frequência de 1200 Hz, e base do “bit 1” a frequência de 1800 Hz.

Como sabemos, essas transmissões, são classificadas como misteriosas, ninguém sabe ao certo, de qual país elas são originárias e nem suas finalidades. Se cogita que o autor efetua essas transmissões para seus familiares, que provavelmente residam em outro país.

Durante a recepção ocorreu um fato que me chamou atenção, o software KG-STV, possuí em suas configurações um campo destinado a informação de CALLSIGN (Indicativo de chamada), conforme podemos ver na imagem abaixo.

kg_stv_settings
Ao início da transmissão no modo digital, pode ser ver claramente o indicativo de chamada EA7PP, provindo da Espanha (lembrando a Espanha está sobre o footprint de cobertura do satélite), confira no vídeo abaixo:

ATENÇÃO
O intuito deste post, não direciona acusação ou tem qualquer intenção de prejudicar terceiros e colegas dedicados ao nosso hobby, como o software não solicita nenhuma documentação para efetivar comprovação do callsign, qualquer indicativo de chamada pode ser utilizado, por qualquer pessoa, portanto pode estar sendo usado sem o consentimento de seu detentor.

A transmissão digital, teve duração média de 30 minutos, do qual resultou as imagens exibidas abaixo, logo após cessou, e novamente ocorreu o retorno do formato analógico SSTV modo BW 36.

Imagens capturadas com KG-STV –  21/06/15  | 21:00 UTC

Após essas transmissões, resolvi desenvolver um novo link neste blog, somente para postar as imagens recebidas em SSTV, o mesmo pode ser acessado Galeria SSTV – PU2VLW.

Confiram também nosso post – “Recepção SSTV no satélite FltSatCom 8 (Bolinha)”

73 de PU2VLW.

Vista Aérea da Estação desativada de satélites, Embratel em Morungaba / SP

Olá seguidores, anteriormente redigi um post, sobre a estação terrena de satélites desativada da Embratel, localizada em Morungaba / SP.

Sempre fui apaixonado por antenas, assim como grande parte dos seguidores deste blog.

Meu objetivo era coletar o máximo de informações possíveis, dentre elas a possibilidade de tirar algumas fotos no interior do teleporto. Porém o local possui segurança privada, e em conversa com a segurança a mesma relatou que o acesso ao local está restrito.

Navegando no YouTube, encontrei um renomado trabalho da empresa AeroKapture.com, eles trabalham com capturas de imagens aéreas em alta definição.

Brevemente solicitei permissão para publicação deste valioso trabalho, e fui prontamente atendido pelo pessoal da AeroKapture.com.

Assistam o vídeo, pois talvez seja a única oportunidade de ver este antigo teleporto por dentro.

Créditos: AeroKapture.com

Recepção SSTV no satélite FltSatCom 8 (Bolinha)

Olá pessoal, a algum tempo tenho notado a presença de modos digitais em vários transponders lineares do antigo satélite militar americano FltSatCom8.

Para quem não conhece a rede de satélites UHFSatCom, é uma rede de satélites geoestacionários pertencente ao exército norte-americano, lançados entre 1972 e 1992, vulgarmente conhecido no Brasil, como “Bolinha”.

Seu modo de operação, resume-se em transponders lineares, do qual o sinal de entrada modulado for FM a saída será modulada em FM, válido para outros modos como SSB e AM.

Atualmente cogita-se que a rede está em desuso para fins militares, mais por se tratar de um instrumento militar, não está destinado a uso comum, “qualquer transmissão efetuada pode se considerar crime contra as telecomunicações, passivo de multa e prisão, além da violação de direitos e tratados internacionais”.

Em 2009 ocorreu a operação denominada “Operação Satélite”, a qual tinha como principal foco, lacrar estações clandestinas, e decretar prisão a seus operadores, que por sua vez utilizavam o satélite para efetuar comunicações. Segue abaixo 2 reportagens resgatadas no youtube, que documentam o feito.

Para maiores informações sobre a rede UHFSatCom, recomendo a leitura de um artigo redigido, pelo Adnei PY2ADN, clique aqui.

Dados da recepção

Utilizando um receptor SDR, baseado no RTL-SDR e uma antena caseira (construída por mim), apelidada pelo amigos de “drone” (em breve posto fotos da mesma), efetuei a recepção desta imagem, na frequência de 252.150 MHz, utilizando o software MMSSTV, no modo Martin 1.

SSTV UHFSatCom

 

Durante toda edição deste post o sinal esteve presente, porém sempre transmitindo a mesma imagem, vejam abaixo o vídeo contendo detalhes da recepção e os softwares utilizados.

73 de PU2VLW. Até o próximo artigo.

Semana da recepção de imagens dos satélites NOAA – 06/03/15

NOAA 19 | 06/03/2015 05:42 UTC

Olá seguidores, dando continuidade a semana destinada a recepção de imagens dos satélites NOAA, desta vez optei por utilizar o RTL-SDR R820T, e obtive bons resultados, porém encontrei um problema técnico (falta de calibragem do SDR) que somente foi percebida quando o satélite já estava em 17º de elevação.
Porém resultou um processamento maior do mapa da região sul.

Segue abaixo dados sobre a passagem, que resultou as imagens acima:

:: Detalhes da passagem :: NOAA 19 06/03/15 05:42 UTC
:: Detalhes da passagem ::
NOAA 19 06/03/15 05:42 UTC

NOAA 18 | 06/03/2015 07:03 UTC

Recepção utilizando RTL-SDR R820T e antena DCA, também obtive bom resultado, apesar de ter nítido conhecimento que o Fun Cube Dongle, tem filtros mais avantajados contra ruídos, essas imagens são a prova, de que não se faz necessário o uso de LNA (Low Noise Amplifier) ou receptores com custo elevado, para se obter boas imagens.

Segue abaixo dados sobre a passagem, que resultou as imagens acima:

NOAA 18 06/03/15 07:03 UTC
:: Detalhes da passagem ::
NOAA 18 06/03/15 07:03 UTC

Peço a compreensão de todos, pois como podem ver nos infográficos acima, as passagens dos satélites NOAA, ocorrem durante a alta madrugada, e nesta data não efetuei a recepção do NOAA 15, pois estava próximo ao horário de afazeres para se deslocar ao trabalho.

Queria salientar que recebi algumas críticas nos últimos dias, de algumas pessoas desocupadas, que aposto não ter a mínima capacidade de se dedicar a uma ferramenta como essa denominada “blog”, ideal e objetiva para compartilhar e adquirir conhecimentos.

Toda vez que isso ocorre, me causa certa tristeza e impotência, que desestimula  a vontade de redigir novos artigos.

Pois já privei noites preciosas de sono, efetuando testes, redigindo artigos, para disseminar o conhecimento da forma mais clara possível, e gratuitamente. Em nenhuma ocasião, negociei conhecimento em troca de dinheiro.

Faço isso por amor ao hobby, enquanto estiver seguidores satisfeitos e me apoiando eu continuo firme !

Gostou ? Veja como e quais procedimentos são realizados para efetuar a recepção, clicando aqui!

73 de PU2VLW!

Semana da recepção de imagens dos satélites NOAA – 05/03/15

NOAA 19 | 05/03/2015 04:20 UTC

Novamente, encontro dificuldades em receber imagens do NOAA 19, desta vez utilizando antena DCA + Fun Cube Dongle, devido a estar a menos de 100 metros de um transmissor de FM comercial, sinto que a antena DCA, é mais banda larga que a QFH (Quadrifilar Helix), portanto captura espúrios da emissora de FM das proximidades, prejudicando substancialmente a recepção.

Segue abaixo dados sobre a passagem, que resultou as imagens acima:

:: Detalhes da passagem :: NOAA 19 05/03/15 04:10 UTC
:: Detalhes da passagem ::
NOAA 19 05/03/15 04:10 UTC

NOAA 18 | 05/03/2015 – 07:15 UTC

Recepção efetuada com Antena DCA + Fun Cube Dongle, apenas para reforçar, obtive melhores resultados com antena QFH.

Segue abaixo dados sobre a passagem, que resultou as imagens acima:

:: Detalhes da passagem :: NOAA 18 05/03/15 07:15 UTC
:: Detalhes da passagem ::
NOAA 18 05/03/15 07:15 UTC

NOAA 15 | 05/03/2015 – 07:39 UTC

Para finalizar as recepções do dia 15/05, finalmente os experimentos com RTL-SDR, renderam bons frutos.
Nesta recepção foram utilizados RTL-SDR Elonics E4000 e Antena QFH.

Segue abaixo dados sobre a passagem, que resultou as imagens acima:

:: Detalhes da passagem :: NOAA 15 05/03/15 07:39 UTC
:: Detalhes da passagem ::
NOAA 15 05/03/15 07:39 UTC

Gostou ? Veja como e quais procedimentos são realizados para efetuar a recepção, clicando aqui!

73 de PU2VLW!